Servidores serão destinados para bairros de Maringá/ Foto - Arquivo PMM

A prefeitura de Maringá vai contratar nos próximos dias uma empresa para executar os serviços de varrição na cidade. De acordo com o edital de licitação, a empresa contratada deverá realizar os serviços entre 19h e 5h nos seguintes bairros: Zona 1, Zona 2, Zona 3, Zona 4, Zona 5, Zona 6 e Zona 7.

No Centro de Maringá, Zona 1, a empresa deve fazer o serviço seis vezes por semana. Nas demais áreas, três vezes na semana. O município abre nesta sexta-feira, 22, as propostas e está disposto a pagar até R$ 9.359.804,09 em um ano de contrato. Ainda segundo o edital, a empresa contratada deve dispor de: um trator com varredeira, 12 sopradores, 30 vassourões, 18 carrinhos de apoio aos varredores e três caminhões caçamba.

E OS OUTROS BAIRROS?

O secretário de serviços públicos Vagner de Oliveira destacou que com essa contratação será possível destinar servidores que estão na varrição para atuar nessas regiões. “Nós temos hoje 40 servidores nessa função, mas nem sempre conto com todos eles. Alguns estão de férias, licença prêmio, atestado médico etc. Com essa equipe contratada, a nossa intenção é destacar essas equipes para regiões da cidade que nunca receberam serviços de varrição”, disse em entrevista ao repórter Márcio Gomes, do Sistema Pinga Fogo de Comunicação.

Ainda segundo Oliveira, a contratação ‘localizada’ nessas regiões se deve a uma questão orçamentária. “Se fossemos contemplar toda a cidade com esse serviço, seria necessário R$ 100 milhões”, completou. A contratação do serviço foi alvo de críticas do Sindicato dos Servidores Municipais (Sismmar) que alega que esta prática é uma terceirização de parte do serviço público.

 

COMPARTILHAR