POLICIAL

Homem que matou desafeto após ameaça de magia negra é condenado a mais de 12 anos de prisão

Fábio Rosivaldo Teixeira Barbosa, de 28 anos, foi condenado nesta terça-feira, 2, em um júri popular que aconteceu no Fórum da Comarca de Maringá, a doze anos de prisão pela morte do desempregado Itamar Matheus Matos Rodrigues, de 22 anos.

O crime aconteceu na noite do dia 14 de dezembro de 2019, ao lado de um Complexo Esportivo na cidade de Paiçandu. Rodrigues foi vítima de um crime brutal. Ele teve a cabeça desfigurada e foi praticamente degolado por conta da violência empregada pelo assassino, que teria cortado o pescoço de Itamar, usando um pedaço de calha.

Após quatro meses do homicídio, a Polícia Civil identificou e prendeu o criminoso. A época, durante depoimento na delegacia de Paiçandu, Fábio relatou que havia cometido o crime, porque a vítima teria ameaçado fazer contra ele um trabalho espiritual de “magia negra”.

Segundo o promotor Ministério Público que atuou na acusação, Edson Cemensati – vítima e assassino eram amigos. Eles chegaram a morar na mesma casa. O crime foi cometido por motivo fútil, sem chance de defesa a vítima que estava deitada, disse o promotor.

Foto e informações Repórter Corujão