POLICIAL

Homem acusado de matar adolescente em Maringá vai a júri nesta quarta-feira, 27

Carlos Alberto Dias da Silva, hoje com 32 anos, vai a júri nesta quarta-feira, 27, pela morte de Jeniffer Tavares Mologni, assassinada aos 16 anos, em maio de 2019 em Maringá. O crime, de grande repercussão, foi descoberto após o corpo da jovem ser encontrado no Loteamento Monte Sinai na zona norte da cidade.

Jeniffer foi brutalmente assassinada, segundo apurou a época a Delegacia de Homicídios, dentro de um motel na cidade por esganadura. O corpo também apresentava um trauma de crânio. Após matar a adolescente, Silva teria tentado ocultar o corpo no loteamento com o auxílio de um irmão.

Após isso, ele fugiu para São Paulo, mas foi capturado ao retornar para Maringá. Imagens de estabelecimentos registraram o acusado e Jeniffer em uma loja de conveniência onde compraram bebidas antes de ir ao motel. A expectativa é de que o júri termine somente durante a noite desta quarta.