POLICIAL

Justiça decreta prisão de jovem suspeita de matar outra mulher em frente a tabacaria em Maringá

A jovem Ana Clara Felipe Alves da Silva, de 24 anos, teve o mandado de prisão temporário expedido pela Justiça. Ela confirmou em depoimento à polícia ter matado Deborah Garcia Dias, de 27 anos. O homicídio aconteceu na madrugada de sábado, 4 de junho, defronte a uma tabacaria na Avenida Dona Sophia Rasgulaeff, no Jardim Oásis, em Maringá.

A informação foi revelada pelo delegado interino da Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa, Luiz Claudio Alves ao programa Bora Maringá, da Band Maringá nesta quarta-feira, 15. No dia 6 de junho, com dois advogados criminalistas Ana Clara se apresentou à polícia e foi liberada. A chegada a delegacia, foi bastante tumultuada. Amigas da vítima foram até a DHPP, e revoltadas queriam saber dela o porque do crime.

Durante depoimento a autoridade policial, Ana Clara confessou o crime, porém, não revelou detalhes a respeito da motivação e nem apresentou a arma usada no homicídio. Disse que falaria apenas em juízo. Após ser interrogada, a autora do assassinato foi liberada. Ontem, 14, equipes da delegacia foram até o endereço da jovem e não a localizaram. Diante disso, ela é considerada foragida da Justiça. Segundo o delegado interino da DHPP, Luiz Cláudio Alves, as investigações continuam entorno do caso. Outras testemunhas serão ouvidas na delegacia, no decorrer do inquérito.