REGIAO

Caminhoneiros protestam em vários pontos de rodovias na região de Maringá

O comando da 4ª Companhia da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) de Maringá atualizou na manhã desta quinta-feira, 9, os pontos de bloqueios em estradas da região noroeste do Paraná. Caminhoneiros realizam desde o feriado de 7 de setembro, atos cobrando melhorias nas condições de trabalho.

Não há inicialmente, um sindicato ou associação que lidere o movimento. Os manifestos têm sido organizados pelas redes sociais. A maioria, no entanto, apoia o presidente Jair Bolsonaro que atribui a alta no preço dos combustíveis – principal crítica do movimento – aos governadores dos estados.

De acordo com a PRE, a situação na região é a seguinte:

– PR546 Itambé – manifestantes realizam paralisação total dos caminhões, liberados apenas os veículos leves, sem previsão de encerramento.

– PR463 KM 49 Colorado – manifestantes realizam paralisação parcial na rodovia com caminhões sendo retidos e orientados a aguardar nos postos de combustíveis. Veículos leves liberados.

– PR180 KM 217 Goioerê – manifestantes realizam paralisação parcial na rodovia no estilo ‘siga e pare’, veículos leves liberados.

Segundo informações preliminares repassadas pela 4ª Companhia, no trecho da PR 323  em Cruzeiro do Oeste será feito bloqueio com paralisação total de veículos e caminhões a partir das 07h30, sendo liberado apenas os serviços emergenciais.

Na PR 218 KM 268 previsão de novo bloqueio para essa manhã, passando apenas veículos leves.

No Twitter, a Polícia Rodoviária Federal informou que há concentração de motoristas no Paraná nos seguintes trechos:
BR 369, Kms 37 (Andirá), 79 (Santa Mariana) e 157 (Londrina); BR 373, Km 254 (Guamiranga); BR 376, Kms 109 (Paranavaí), 158 (Mandaguaçu), 188 (Marialva) e 504 (Ponta Grossa); BR 476 Km 285 (São Mateus do Sul).