A CIDADE

Prefeitura alerta que vai manter fiscalização no fim de semana em Maringá

Foto - Mileny Melo/PMM
O Grupo de Gestão Integrada (GGI) terá vistorias reforçadas no final de semana para verificar o cumprimento dos decretos estadual e municipal em prevenção ao coronavirus.

A Prefeitura de Maringá alerta para o cumprimento do decreto que indica que restaurantes, bares, lanchonetes, pizzarias, sorveterias, lojas de açaí, carrinhos de lanche, food trucks, lojas das praças de alimentação dos shoppings e similares poderão funcionar aos sábados e domingos somente no sistema de venda por drive-thru até às 21h e delivery até às 23h.

O decreto proíbe clientes dentro dos estabelecimentos ou em filas nas calçadas. Como deve ser o atendimento:

• drive-thru – a empresa tem que ter uma estrutura que permita ao consumidor ser atendido dentro do seu próprio carro;
• delivery – é a entrega na casa do cliente.
Desde março de 2020, do primeiro decreto, a Ouvidoria Municipal já recebeu 25.851 denúncias para o GGI, que geraram 10.724 vistorias, 1.153 orientações, 436 autuações e 87 interdições. As ações do GGI são preventivas e não punitivas. Visam o cumprimento dos decretos e assim reduzir os riscos de contaminação do coronavírus.
Denúncias devem ser feitas nos telefones 153 (da GM) e 156 (da Ouvidoria). Também há opção pela internet, a qualquer hora do dia e a semana toda, na Ouvidoria Online. Um balanço com os dados das vistorias do final de semana será divulgado na próxima segunda-feira (14) de manhã.
O Grupo de Gestão Integrada (GGI) terá vistorias reforçadas no final de semana para verificar o cumprimento dos decretos estadual e municipal em prevenção ao coronavirus.
A Prefeitura de Maringá alerta para o cumprimento do decreto que indica que restaurantes, bares, lanchonetes, pizzarias, sorveterias, lojas de açaí, carrinhos de lanche, food trucks, lojas das praças de alimentação dos shoppings e similares poderão funcionar aos sábados e domingos somente no sistema de venda por drive-thru até às 21h e delivery até às 23h.
O decreto proíbe clientes dentro dos estabelecimentos ou em filas nas calçadas. Como deve ser o atendimento:
• drive-thru – a empresa tem que ter uma estrutura que permita ao consumidor ser atendido dentro do seu próprio carro;
• delivery – é a entrega na casa do cliente.
Desde março de 2020, do primeiro decreto, a Ouvidoria Municipal já recebeu 25.851 denúncias para o GGI, que geraram 10.724 vistorias, 1.153 orientações, 436 autuações e 87 interdições. As ações do GGI são preventivas e não punitivas. Visam o cumprimento dos decretos e assim reduzir os riscos de contaminação do coronavírus.
Denúncias devem ser feitas nos telefones 153 (da GM) e 156 (da Ouvidoria). Também há opção pela internet, a qualquer hora do dia e a semana toda, na Ouvidoria Online. Um balanço com os dados das vistorias do final de semana será divulgado na próxima segunda-feira (14) de manhã.