POLICIAL

Homem de 37 anos é executado com vários tiros no Conjunto Requião em Maringá

Etevaldo Carvalho de Almeida, de 37 anos, vulgo “Vado”, foi executado na tarde deste domingo, (11), na zona norte de Maringá. Vado estava defronte a uma residência na Rua Libertador San Martin, no Conjunto Habitacional Requião, quando foi surpreendido por dois homens que ocupavam uma motocicleta de cor escura. O garupa sacou uma arma, e efetuou diversos disparos na direção de Vado. Na sequência a dupla fugiu sentido ao Jardim Paulista e desapareceu.

Familiares da vítima colocaram o rapaz dentro de um carro, e saíram em direção a Unidade de Pronto Atendimento do Jardim Alvorada. A poucos metros da UPA, eles foram interceptados pela equipe médica do Samu. Ao menos 12 tiros atingiram a vítima na região do tórax. Etevaldo estava inconsciente. Ele foi encaminhado para o Hospital Universitário Regional de Maringá. Durante o procedimento cirúrgico, ele não resistiu aos ferimentos e morreu.

Minutos após o atentado, a Polícia Militar recebeu um comunicado, que dois indivíduos abandonaram uma motocicleta nos fundos do Jardim Paulista e atearam fogo na mesma. Depois os suspeitos fugiram sentido ao Jardim Aurora, na cidade de Sarandi. A moto que foi totalmente destruída pelo fogo, segundo a PM tem queixa de furto. Possivelmente trata-se da motocicleta usada pelos atiradores. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa de Maringá (DHPP), investiga o atentado.

Repórter Corujão