A CIDADE

Arcebispo de Maringá não autoriza a presença de fieis nas celebrações do fim de semana

A Arquidiocese de Maringá publicou nesta quinta-feira, 8, uma carta assinada pelo arcebispo Dom Frei Severino Clasen confirmando a restrição de fieis nas missas nas paróquias da cidade no próximo fim de semana. Como argumento, o religioso destaca o luto que permanece na Igreja com o falecimento recente de dois padres em Maringá e a lotação dos leitos de UTI nos hospitais públicos e privados de Maringá.

Confira abaixo a carta na íntegra:

Estimados padres, religiosas e religiosos, leigas e leigos, Povo de Deus da Arquidiocese de Maringá.
Nesta semana estamos vivendo o luto da perda de mais um padre do nosso presbitério. Crentes na vida eterna, temos a certeza de que os padres Alfeu e Sérgio agora intercedem por nós.
Diante do trágico cenário pandêmico que estamos atravessando, temos a incumbência de zelar pela vida humana, alimentados pela fé em Jesus Cristo.
Considerando que as nossas UTIs continuam com taxas de ocupação em seu nível máximo; que a vacinação caminha lentamente e que o índice de proliferação do coranavírus é assustador, decidimos que no próximo final de semana, dias 10 e 11 de abril, nossas celebrações ainda não terão a presença dos fiéis.
Em todas as paróquias da Arquidiocese de Maringá, nossas missas seguem sendo celebradas com transmissão online. Contudo, sábado, 10 de abril, faremos uma reunião extraordinária conjunta com todo o Clero, com a assessoria de especialistas em saúde pública para avaliar a situação e definir estratégias pastorais para as próximas semanas.
Roguemos a Deus, a Jesus Misericordioso, que venha em socorro do povo brasileiro. Precisamos urgentemente da celeridade da campanha de vacinação contra a Covid-19.
Rezemos uns pelos outros e cuidemos uns dos outros.
Em Cristo,
Dom Frei Severino Clasen, ofm
Arcebispo de Maringá