ESPORTES

Jorge Castilho assume o Maringá FC mais uma vez com a missão de ‘salvar’ a equipe

Ainda  sem saber o próximo adversário no Campeonato Paranaense, o Maringá Futebol Clube começou a semana de trabalho sob o comando do técnico Jorge Castilho, que estava como auxiliar técnico. Ele ocupa a vaga deixada por Marcos Soares, que foi demitido no último sábado, 3. O novo treinador iniciou as atividades com uma reunião entre todo o elenco e comissão técnica.

Segundo ele, as metas da equipe continuam as mesmas e é importante que todos tenham essa consciência e ao mesmo tempo confiança para realizar os treinamentos e os jogos. “Temos que manter as metas iniciais, porque temos sete jogos e 21 pontos em disputa. Claro que agora ficou mais difícil, mas todos temos que ter a consciência e a responsabilidade que é possível e que vamos buscá-las. Sabemos da qualidade do elenco, além disso teremos reforços chegando, então a primeira coisa é aumentar essa auto estima de todos aqui, para que o dia a dia seja intenso e possamos replicar isso nos jogos”, explicou Castilho.

O clube aguarda uma posição da Federação Paranaense de Futebol para saber quando será o próximo jogo e contra qual adversário. Enquanto isso, o novo técnico aproveita para implantar as mudanças que acha necessário para a equipe buscar as vitórias.

“Por um lado é bom termos essa folga forçada dos jogos, por conta da pandemia, pois ganhamos tempo para ajustarmos o que achamos necessários e ao mesmo tempo recuperar os atletas que estão em tratamento no departamento médico. Temos que render e competir muito mais do que estávamos rendendo e competindo e isso o torcedor pode ter certeza que vai acontecer”, projetou o treinador.

A diretoria já está em negociações avançadas com reforços que podem chegar ainda nesta semana, no entanto, os nomes não serão divulgados até a confirmação.