A CIDADE

A pedido do MP, prefeitura de Maringá vai fiscalizar igrejas neste domingo, 28

O Ministério Público oficiou a prefeitura de Maringá na noite deste sábado, 27, recomendando que missas e cultos realizados em Maringá ocorram de forma online neste período crítico da pandemia de coronavírus. A decisão segue o artigo 2⁰ da resolução 221 da Secretaria de Saúde do Paraná, em que é destacada a prioridade da realização de atos religiosos de forma não presencial. A orientação já vale para cultos religiosos que serão realizados a partir deste domingo, 28.

O ofício do MP aborda, ainda, a necessidade da fiscalização intensiva da Prefeitura de Maringá para averiguar o cumprimento da medida. A recomendação da promotoria levou em consideração a situação agravada do sistema de saúde para atendimento de pacientes infectados com coronavírus, assim como notícia que confirmou a disseminação da covid-19 em grupo de pessoas após realização de ato religioso na Alemanha e outros fatores que reforçam a importância de frear a transmissão do vírus.