NOTICIAS GERAIS

Polícia vai investigar caso de estudante da UEM que foi espancado e roubado em Maringá

Amigos do estudante de letras da Universidade Estadual de Maringá (UEM) Jadson Gabriel dos Santos Machado, de 25 anos, lançaram uma vaquinha virtual para custear o tratamento do acadêmico. Ele foi brutalmente agredido e roubado durante a madrugada do último sábado, 9, na avenida Colombo, altura do antigo latícinio – próximo ao Shopping Catuaí. A ocorrência foi atendida pelo Corpo de Bombeiros e Samu por volta das 6h30. O caso é investigado pela polícia.

Por conta das lesões sofridas principalmente no rosto do rapaz que ficou desfigurado, o estudante está internado na UTI do Hospital Universitário de Maringá. O irmão de Machado procurou a 9ª Subdivisão Policial (SDP) de Maringá nesta quarta-feira, 13, para registrar o caso. De acordo com ele, o estudante saiu de casa de bicicleta para ir até a residência dos pais. A carteira, o celular e a bicicleta da vítima foram roubados na ação.

“Enquanto a polícia procura os responsáveis por hediondo ato, nós, amigos e integrantes do CALMA (Centro Acadêmico de Letras Machado de Assis – UEM), pedimos a sua colaboração, independente do valor que puder despender, para ajudar a família de Jadson. O valor arrecadado será usado nas despesas médicas e de tratamento, mas caso o valor arrecadado seja superior aos custos, o excedente será doado a outra família que se encontre com algum ente internado e precise desta mesma ajuda”, destaca o texto publicado nas redes sociais para justificar a arrecadação.

Um dos estudantes da UEM gravou um vídeo relatando o fato.

Denúncias podem ser feitas via 190 ou pelo 181 – de forma anônima.