POLICIAL

Polícia Militar prende em Paiçandu suspeito de matar adolescente em Maringá

Momento em que o suspeito chega a delegacia e é abordado pela imprensa

Foi preso no final da tarde desta quarta-feira, 18, no Jardim Bela Vista II, em Paiçandu, o principal suspeito de ter matado a adolescente Ingrid Vitória Júlio Regina, de 15 anos. A menina morreu ao ser atingida por um tiro na cabeça. Luiz Gustavo Xavier, de 20 anos, estava escondido na casa de um colega.

A equipe Rotam realizava o patrulhamento, quando recebeu uma informação do possível paradeiro do suspeito. Em diligências, os policiais localizaram Xavier que era considerado foragido. Contra ele, havia um mandado de prisão temporária em aberto.

O crime ocorreu na madrugada do dia 8 de novembro, em Maringá. Três dias após o homicídio, ele se apresentou a polícia, na companhia de um advogado criminalista. O suspeito estava com a prisão temporária decretada pela Justiça, porém, não ficou preso por conta da legislação eleitoral que não permite a prisão cautelar cinco dias antes e 48 horas depois das eleições.

Em interrogatório prestado ao delegado Diego Elias de Almeida, Luiz Gustavo negou ter praticado o crime. Apesar da negativa, segundo a polícia, depoimentos de testemunhas indicam que o jovem teria efetuado os disparos. Na madrugada do dia (15/11), o suspeito foi abordado por uma equipe da Rotam, no Conjunto Habitacional José Richa em Sarandi. Os policiais consultaram o nome dele e o sistema apontou um mandado de prisão em aberto pelo crime de homicídio qualificado, porém, mais uma vez, ele foi liberado por conta da lei eleitoral.

Já ontem a noite, ele foi conduzido até o setor de carceragem da 9ª Subdivisão Policial de Maringá, onde permanece recolhido à disposição da justiça.

Com informações do Repórter Corujão

ANÚNCIANTES VIP´S