POLICIAL

Criminosos da região presos pela PF forneciam fuzis para facções do Rio de Janeiro

A Polícia Federal de Maringá deflagrou nesta quarta-feira, 18, a Operação Pedra de Fogo, visando desarticular uma organização criminosa atuante no tráfico de armas e drogas. Vinte Policiais Federais cumprem quatro mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão preventiva expedidos pela 3ª Vara Federal de Maringá.

A Operação começou após a apreensão de seis fuzis, em setembro de 2018, em Bauru (SP), com a detecção de que o preso teria saído de Maringá com as armas. A partir daí, identificou-se duas células criminosas que atuavam no envio de armas e drogas para uma facção criminosa baseada no Estado do Rio de Janeiro.

Ao longo das investigações, foram realizadas quatro prisões em flagrante, com a apreensão de aproximadamente 650 kgs de maconha. Além disso, constatou-se que um homem residente em Sarandi está vinculado a duas apreensões de armas realizadas em Seropédica (RJ), em maio e outubro de 2019, onde foram apreendidos, respectivamente, nove e seis fuzis. As buscas acontecem nas cidades de Ângulo, Sarandi e Paranavaí.

O nome da Operação guarda relação com a etimologia da palavra fuzil, que deriva de petra focilis (“pedra de fogo”). Os envolvidos responderão pelos crimes de organização criminosa, tráfico de drogas e de armas.

ANÚNCIANTES VIP´S