A CIDADE

Procon aplica multa de mais de R$ 5 milhões à Sanepar pela falta d’água em Maringá

Foto - Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A falta do fornecimento de água em vários bairros de Maringá acarretou em uma multa de R$ 5,148 milhões para a Sanepar. A notificação foi entregue na tarde desta segunda-feira, 14, pelo diretor do Procon Geison Ferdinandi na sede da empresa que na avenida Pedro Taques. A partir de agora, a empresa tem um prazo de 10 dias para recorrer da multa e apresentar sua defesa.

Por meio de uma nota enviada no período da tarde, a Sanepar informou que identificou o rompimento em uma adutora na sexta-feira, às 23 horas. Foi feito o reparo e ocorreu novo rompimento próximo ao local do primeiro, o que exigiu nova intervenção no sábado, 12. A operação teve um tempo de desligamento do fornecimento que compreendeu os reparos e o período de maturação.

Ainda de acordo com a nota da empresa, o abastecimento foi retomado ainda no domingo e normalizado ao longo desta segunda-feira, apesar de muitos moradores reclamarem da falta d’água ao longo de todo o dia de hoje. Sobre a multa, a Sanepar informou que vai recorrer.

O problema

Segundo a Sanepar, o rompimento da tubulação ocorrido na sexta, 11, deixou aproximadamente 15 mil domicílios sem água em Maringá. O problema foi constatado principalmente na zona norte da cidade. Caminhões pipas foram cedidos pela empresa e a prefeitura de Maringá liberou 11 unidades de educação para que a comunidade pudesse pegar água de forma emergencial.

Leonardo Filho – Da redação

 

ANÚNCIANTES VIP´S