POLICIAL

PRF apreende mais de 2,5 mil celulares transportados em carreta na região

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) abordaram, na noite desta quarta-feira, 15, por volta das 22h, na BR 376, em Nova Esperança, uma carreta Scania/T113, com placas de Ponta Porã (MS), carregada com telefones celulares, medicamentos e anabolizantes trazidos do Paraguai. Os produtos estavam em meio a uma carga de milho.

A carreta era conduzida por um senhor de 60 anos, que estava acompanhado da esposa, uma senhora de 55 anos, e foi abordada após os policiais constatarem que um dos faróis estava queimado. Durante a abordagem, o casal se mostrou muito apreensivo, motivando a equipe policial a solicitar o retorno desta carreta à Unidade Operacional da PRF em Alto Paraná para uma fiscalização minuciosa.

Já na Unidade, os agentes deslonaram a carreta e descobriram sob a carga de milho diversas caixas de aparelhos de telefones celulares, eletrônicos, medicamentos e anabolizantes, todos oriundos de países estrangeiros, sem o devido desembaraço aduaneiro ou autorização de importação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, ANVISA.

Após a contagem, verificou-se haver 2.500 telefones celulares, 2.000 unidades de eletrônicos diversos, 20.000 comprimidos de medicamentos e 1.000 ampolas de anabolizantes, avaliados em mais de seis milhões de reais.

Questionado pelos agentes, este condutor relatou que carregou os produtos ilícitos junto a 32 toneladas de milho em Ponta Porã/MS e pretendia descarregá-los em Maringá, região noroeste do Estado. As mercadorias e veículo foram encaminhados à Receita Federal, e os dois presos à delegacia da Polícia Federal, ambas em Maringá-PR.

Em tese, eles responderão criminalmente pelos crimes de contrabando, descaminho, falsificação e adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais.

Leonardo Filho com informações e fotos da Polícia Rodoviária Federal

 

ANÚNCIANTES VIP´S