ESPORTES

Academias de artes marciais retomaram atividades nesta segunda-feira, 1

Áreas demarcadas no tatame e quantidade reduzida de alunos por treino/Divulgação

A rotina nas academias de artes marciais aos poucos retorna a normalidade. A partir desta segunda-feira, 1, muitas equipes retomaram os treinamentos. Mas, embora haja autorização do município, o contato entre os atletas ainda não é permitido. Na equipe Dennis Jiu-jitsu Club – uma das mais renomadas do Paraná na categoria – as regras são seguidas de forma rigorosa.

Na sede principal da equipe – na Academia Estação em Maringá – os professores estão limitando a quantidade de alunos por treinos e demarcam áreas no tatame com o distanciamento previsto em lei. “Nesse momento, estamos orientando os nossos professores e alunos para respeitarem as normas. Precisamos que todos tenham consciência e entendam que logo tudo volta ao normal”, disse o professor Edenilson Roberto Siqueira de Lima – ‘Dennis’ – responsável pela equipe.

Os professores têm focado neste momento o trabalho físico com os alunos. “É uma forma de não perdemos o contato com os nossos atletas e também para que eles mantenham o bom condicionamento físico”, completou o professor. Para obter esse retorno gradual, o apoio do poder público foi fundamental, segundo Dennis.

“Agradecemos ao vereador Onivaldo Barris pelo empenho que fez, inclusive junto ao prefeito Ulisses Maia para que a gente pudesse retomar os treinamentos. Nesse momento, o apoio de uma liderança como essa é muito importante para todos nós”, agradeceu o professor. As academias estavam fechadas desde o dia 20 de março.

Decreto
Portaria publicada na tarde desta sexta, 29, normatiza o funcionamento de academias de condomínios, escolas de natação, de artes marciais e danças, que podem reabrir a partir de segunda, 1º de junho. A portaria estabelece regras rígidas de prevenção ao coronavírus, como treinos agendados, duração máxima de 40 minutos e máxima de um aluno a cada 25 M2.  Permanecem ativos todos os protocolos gerais de prevenção em ambientes fechados ou externos, como higienização frequente, distanciamento social e uso de máscara. A flexibilização para retomadas  das atividades econômicas é decidida com bases em indicadores técnicos, que apontam a evolução dos casos de coronavírus.

Leonardo Filho – Da redação

ANÚNCIANTES VIP´S