A CIDADE

Procon encontra medicamento com variação de mais de 270% em Maringá

Aldemir de Moraes / PMM
O Procon de Maringá fez na última sexta-feira, 15, pesquisa sobre remédios de uso contínuo para idosos. Levantamento encontrou diferença no mesmo produto de uma farmácia para outra de até 272,48%. Foram pesquisados 42 itens em dez estabelecimentos. “Pessoas ficam em dúvida na hora de adquirir os remédios de uso contínuo, para saber se estão ou não pagando o menor preço. Ajudamos com a pesquisa indicando onde está mais barato”, comenta diretor do Procon, Geison Ferdinandi. Veja pesquisa na íntegra aqui.
A pesquisa foi motivada por precaução em relação às farmácias aumentarem preços de medicamentos aproveitando preocupação das pessoas nesse período de pandemia de coronavírus. Vilão de preços está nos remédios para dores. Destacando a Dipirona, em diferentes formatos. Embalagem de comprimidos 10ml varia entre R$ 1,49 e R$ 5,55, sendo a maior diferença da pesquisa: 272,48%. Já Dipirona em gotas, embalagem de 200 ml , vem logo em seguida entre maiores diferenças. Variando entre R$ 2,75 e R$ 9,89, sendo 259,64% de diferença.
Para hipertensão também há grandes diferenças. Maior está no Atenolol, embalagem com 30 comprimidos 25mg. Variando entre R$ 3,37 e R$ 12,01, sendo diferença de 256,38%. Para Diabetes diferença diminui. A Metformina, embalagem com 30 comprimidos 500mg, está entre R$ 2,82 e R$ 7,60, sendo diferença de 169,5%. Para Gastrite, maior diferença está no Omeprazol, embalagem com sete comprimidos 40mg, variando entre R$ 17,48 e R$ 39,95, sendo 128,55% de diferença.
Entre suplementos vitamínicos, está a Vitamina D, embalagem com 30 comprimidos 2000Ui, variando entre R$ 19,90 e R$ 48, sendo diferença de 141,21%. Remédios para colesterol estão entre as menores diferenças. A Sinvastatina, embalagem com 30 comprimidos 20mg, varia entre R$ 7,60 e R$ 11,99, sendo diferença de 57,76%.
Procon segue fiscalizando diferentes segmentos que sofrem influência do coronavírus. Como supermercados, transporte público, farmácias, lojas, entre outros. Consumidores podem denunciar venda abusiva nos telefones (44) 8402-0433 e 98402-0273. Ou pelo email  procon.fisca3@gmail.com

ANÚNCIANTES VIP´S