Mulheres fazem carcereiro refém durante a madrugada na delegacia de Maringá

277

Uma equipe da Tropa de Choque da Polícia Militar precisou intervir em um princípio de rebelião na ala feminina do setor de carceragem da 9ª Subdivisão Policial (SDP) de Maringá. Foi durante a madrugada desta sexta feita (12). A equipe estava na delegacia quando percebeu a movimentação por causa dos gritos vindo do interior da carceragem.

Foi montada uma estratégia para realizar a primeira intervenção. As presas ao perceberem a presença da equipe policial deixaram o agente penitenciário ferido e retornaram para o interior das celas. Foi realizada a contenção das detentas e a retirada do material cortante.

Os policiais fizeram o resgate do agente e as presas envolvidas, após identificadas, foram retiradas das celas para os procedimentos. Na cadeia da 9ª SDP entre homens e mulheres são aproximadamente 100 pessoas dividindo um espaço projetado para 30 detentos.

COMPARTILHAR