Idosa perde R$ 95 mil no golpe do bilhete e registra queixa na delegacia de Maringá

120

Uma pensionista de 70 anos de idade procurou o plantão da 9ª Subdivisão Policial (SDP) de Maringá na tarde da última terça-feira, 2, para registrar uma queixa de estelionato. A mulher contou que perdeu aproximadamente R$ 95 mil entre dinheiro e jóias após cair no golpe do bilhete premiado.

A vítima relatou aos policiais que andava pela avenida Tiradentes quando foi abordada por uma mulher maltrapilha, com jeito simples, pedindo ajuda para sacar um prêmio milionário da quina. A suposta ganhadora alegou que não tinha conta em banco e lia com dificuldades. Em meio a conversa, uma outra mulher apareceu para ‘ajudar’ no resgate do prêmio.

Esta segunda mulher mais bem trajada e mais articulada com as palavras. As golpistas induziram a vítima a deixar com a mulher mais simples garantias para receber a recompensa pela ajuda no saque do prêmio. Foi aí que a pensionista começou a cair no golpe. Entregou joias, relógios, Iens (moeda japonesa), dólares e chegou a fazer um TED (transferência bancária) no valor de R$ 25 mil para a conta da golpista.

O golpe foi aplicado no dia 27 de março, mas a vítima registrou o boletim de ocorrência somente na terça-feira, porque até segunda-feira, 1, mantinha contato telefônico com as golpistas – por meio de números de celulares com DDD 43. Após perder o contato e não receber a tal recompensa prometida, percebeu que havia caído no golpe. A polícia vai investigar o caso.

COMPARTILHAR