Justiça acata denúncia e professor que teria abusado de crianças em Maringá vira réu

246

A Justiça acatou a denúncia do Ministério Público (MP) contra o professor de educação física de 44 anos que teria abusado sexualmente de nove crianças com idades entre 8 e 11 anos em Maringá. Os abusos aconteceram no ano passado em uma escola municipal de Maringá. Com a decisão, o professor se torna réu e é acusado de cometer o crime de estupro de vulnerável e tentativa do mesmo crime.

O caso veio a tona após a avó de uma das vítimas denunciar o caso à polícia em janeiro deste ano. O professor está preso desde o dia 14 de fevereiro. A Secretaria Municipal de Maringá recebeu a denúncia em outubro de 2018, mas não levou o caso ao conhecimento da polícia, apenas transferiu o servidor de unidade.

De acordo com a delegada Karen Friedrich, responsável pelo Nucria (Núcleo de Proteção a Criança e Adolescente) de Maringá, apesar da conclusão do inquérito por parte da polícia, caso apareçam novas denúncias contra o professor, um novo procedimento de investigação pode ser aberto pelos policiais.

COMPARTILHAR